Apenas um Soldado...

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Removendo Linhas de Junção

Continuando a nossa busca incansável por métodos que melhorem nossas habilidades, hoje pretendemos apresentar técnicas sobre como remover aquelas linhas que ficam quando encaixamos duas peças ou mais, dependendo do caso. Gostaria de lembrar que a maioria das informações que serão aqui descritas provém de pesquisas feitas em outros sites.

Remover as "Linhas de Junção" do seu kit em construção  é fundamental no acabamento geral de um modelo. As fábricas tem e sempre tiveram o hábito de colocar essas linhas onde elas são mais visíveis em um kit, daí a necessidade de removê-los. Neste tutorial, eu irei demonstrar 3 diferentes métodos usados para remover as linhas de junção de kits.

O que você vai precisar:

1. A peça na qual você planeja remover a linha (óbvio);

2. Suprimentos de lixa. Neste caso, será usada uma boa lixa de unhas e algumas folhas de lixa (1500 e 1800 para ser mais específico);

3. Cola para unir as partes;

4. Um pouco de massa putty para preencher/nivelar espaços para aquelas junções ruins.




Em primeiro lugar, remova as partes que você quer unir das grades (sprues), e prepare-as devidamente para a colagem. Para este exemplo, foi usado Mr. Cement. Ela é muito mais fácil de aplicar nas peças pois já vem com uma escova que vai deixando de forma delicada os respingos de cola. Aplique uma generosa quantidade de cola em cada peça (não demais, uma vez que pode derreter o plástico e tornar a remoção difícil).


Encaixe as peças de maneira bem justa para que o excesso da cola vaze para fora da junção. Se você achar que as peças estão bem posicionadas depois de encaixadas, use um pequeno clampeador (ou jacaré, ou clip) para pressionar as peças até que a cola seque (segunda imagem abaixo). Esse excesso de cola age como um preenchedor e pode tornar a remoção da linha de junção mais fácil.



Método 1:

Uma vez que a cola secou, verifique as linhas para ver se estão uniformemente preenchidas com cola (não há lacunas e as bordas estão alinhadas umas com as outras). Agora usando a lixa (ou nesse caso, a lixa de unhas) comece a lixar sobre a linha (neste caso, da direita para a esquerda e para a direita).


Lixe até que a cola tenha sumido e a linha não possa ser sentida quando você passar a unha do dedo contra ele (algumas linhas ainda podem ser sentidas mas serão devidamente preenchidas). Você deverá perceber que o "lixamento" danificou um pouco a peça. Não se preocupe com isso pois será concertado no próximo passo.


Pegue uma lixa mais fina e lixe a mesma parte novamente. Isto vai igualar/reduzir o dano causado pelo lixamento anterior.


Abaixo está uma imagem de como ficou a peça. Você perceberá que ainda existem algumas marcas de riscos da primeira "lixada". Uma vez que o primer for aplicado, ele irá preencher esses espaços e eles desaparecerão da vista.


Método 2:

Se a área for muito pequena para usar a lixa, tenha certeza que a fenda está uniformemente preenchida (como antes), pegue um "estilete" com uma lâmina afiada e gentilmente corte deslizando a área colada até que tenha saído completamente.


Abaixo está uma imagem de como a peça ficou. Se você cortar muito fundo, adicione um pouco de massa putty para (re)construir a área e nivelar novamente e gentilmente re-cortar a área com o estilete. Se a área estiver visivelmente plana onde você raspou a cola, gentilmente esfregue a lâmina em uma área mais ampla para fora da mesma forma. Se possível, lixe com uma lixa fina de papel para se livrar das bordas irregulares.


Método 3:

Se você tiver várias linhas irregulares (uma mais alta que a outra) ou uma grande fenda na linha, essa é a hora de usar um pouco de massa putty. Primeiro, coloque um pouco em uma espátula.


Agora, pegue a espátula com putty e a esfregue através da linha em questão. Se a linha possui desnível de altura, esfregue do lado mais baixo para o mais alto. Isso ajudará a elevar o lado mais baixo para combinar melhor com o lado mais alto.

Se a linha tiver uma grande fenda, empurre a putty para dentro da fenda e adicione um pouco mais em cima para evitar a possível deformação causada pela fenda.


Deixe a putty secar adequadamente antes de passar para o lixamento da putty para nivelar com a peça. Uma vez lixado, use uma lixa de maior aderência novamente para suavizar aqueles riscos ou desgastes feitos anteriormente.


E aqui está o produto final:

1. Método 1: A cola e a técnica de lixar;
2. Método 2: A técnica de aparar;
3. Método 3: A técnica com massa putty.


Quando você usar o primer em seu kit, ele vai cobrir todas as linhas novamente por algum tempo, podendo parecer invisíveis e não podendo ser sentidas, mas assim que o primer aderir (secar), os resquícios perdidos serão claramente visíveis.

Se você achá-los é significa que ainda há linhas, então use a técnica da massa putty para preenchê-las novamente. Lixe-a, re-"prime-a" e cheque novamente. Se ainda há alguma linha, repita o processo novamente até que ela tenha desaparecido completamente.

Lembre-se de checar cuidadosamente, e que não há nada errado em achar alguma linha (e é o mais comum de ser visto também). A hora de concertar é agora, para evitar que no final da pintura da peça e seja necessário iniciar o processo novamente!

Se você tiver alguma sugestão sobre qualquer coisa em relação a este artigo, outros tutoriais ou possíveis sugestões para futuros tutoriais, por favor comentem e postem aqui.


Fonte:

http://www.ghostofzeon.com/diy/seams/seamremoval.html